domingo, 8 de março de 2015

INCOMPARÁVEL AMOR











Uma lágrima rola dos céus,
O coração sangra solicito em silêncio,
A dor do filho atinge os olhos de Deus,
Que um manual de vida deixou a milênios.

O carácter escrupuloso e requintado,
Não LHE permite intervir na decisão,
Mesmo que ela indique o rumo errado,
E ainda que isso lhe parta o coração.

Esse é o Deus que tanto nos ama,
Que reservou para nós sempre o melhor,
Que não suporta nos ver escolhendo a lama,
E os caminhos que sempre indicam o pior.

Que tomou a decisão mais marcante da história,
Abrindo mão de Si mesmo e de Sua própria glória,
Só para nos ensinar o caminho que leva a vitória,
Basta rever os ensinos, e forçar um pouco a memória.

Ai, quando nos machucamos, e chega a dor,
Lágrimas rolam aqui, daqueles que nos amam,
Nossos pais naturais, filhos ou quem nos dá calor,
Mas, muito mais Ali, onde o amor impar proclama.

Vale a pena refletir em nossos feitos e em nosso valor,
Quem sabe abrir mão de inutilidades, que nos deixam a dor,
Abraçar a essência, e os ensinos de nosso amado Criador,

Vivenciando em nosso dia-a-dia, UM INCOMPARÁVEL AMOR. 

Nenhum comentário: