quarta-feira, 25 de março de 2015

UMA ESTRADA DISTINTA











Na estrada da vida há muito o que se apreciar
formas de vidas distintas, prendem meu olhar
escolhas diversas, e curiosas, me fazem pensar
que cada pessoa tem, um jeito próprio de andar,


Na longa caminhada, sempre encontramos
pessoas andando ansiosas, pra lá e pra cá
m busca de algum sonho, todos estamos
o preço de sua jornada cada um pode explicar,

Ninguém sabe o que vai na cabeça de alguém
o coração é um terreno desconhecido também
mistérios definem a vida de quem muito tem
ou uma marca na face revela a dureza do amém,

Muitas vezes encontramos um coração que sangra
a dor exposta no peito, faz rolar a lágrima no pranto
circunstâncias adversas, recolhe a dimensão da manga
de uma farta vestimenta, por quem não pode usar tanto,

Qu ficamos impressionados com a fartura que assombra
a mente se aquieta e a boca se cala diante da procedência estranha
a poeira queima os olhos de quem caminha humilde e contente
mas fica surpreso, ao ver que o estranho, ficou encalhado na frente,

Itinerários distintos, me estacionam no ponto que una
vejo muitos em busca de um prêmio de muito valor
outros se perdem, buscando por coisa nenhuma
e acabam encontrando após tanta luta, o troféu da dor,

Se eu pudesse, eu chamaria um a um e mostraria o norte
que não está na riqueza, na pobreza ou na vida de quem for
mas no gesto de desprendimento, mais belo e mais forte
que a dois mil anos providenciou para a criatura o Seu Criador.

DURO DILEMA







Uma palavra dura, uma voz que tanto machuca,
O coração sangra, a margem da incompreensão,
A lágrima rola no soluço de quem não tem culpa,
Da insegurança que produz um gesto de rebelião.

Os pensamentos castigam e não dão tréguas,
A mente se funde a beira de uma explosão,
O emaranhado de inutilidades ditam as regras,
E as emoções insanas sucumbem a razão.

No alvoroço da ignorância, mora o duro perigo,
Que não tem compromisso com uma rima perfeita, 
Muito menos em proporcionar o necessário abrigo,
Se preocupando mais em se alimentar da desfeita.

O alma ferida sofre calada e se recolhe no silêncio,
O coração partido, se encosta no tempo indefinido,
Aguardando serena a solução que tanto demora,
As vezes perde a esperança e quase se apavora.

Mas um resto de esperança, mantem a direção,
Presa no peito, aguarda ansiosa e com aflição,
O desfecho daquilo que traz tanta complicação,
Espera em Deus, que não demore tanto a solução.

O Sol, já saiu, abre a janela e deixe os raios entrar,
Leve o máximo de luz no tenso e tão escuro ambiente,
Faça o inverso, force a alegria, e o coração se alegrar,

Afasta a amargura, que a paz não demora a chegar.

VIVER É APRENDER








Eu me esqueci que não podia,
Fazer uma festa sem ter alegria,
Caminhar sozinho no fim do dia,
Deixar a paz que tanto me envolvia.

Eu me esqueci daquele gesto mais nobre,
Que a simplicidade era o que me fortalecia,
Que a alegria estava no coração do pobre,
E que a felicidade não é mérito da aristocracia.

Eu me esqueci, andando cambaleante,
Dos meus mais singelos instantes,
Do fruto que sobrava abundante,
Da harmonia de um ambiente distante.

Eu me esqueci, que a dor me traz o tropeço,
Que as lágrimas, me provocam o desprezo,
Que o erro me conduz a um novo começo,
E que o perdão, alivia o meu endereço.

Quero voltar correndo aqueles belos momentos,
Buscar com vibração, a felicidade que me abraça,
Afastar da minha beira os maus pensamentos,
Esquecer de vez, o esquecimento que me afasta.

Repousar sereno, nos braços que acalenta,
Derramar as lágrimas, do arrependimento,
Nos pés de Quem, me livra da tormenta,
E me segura no desconhecido Firmamento.

Caminhar de mãos dadas, na escuridão,
Com quem sempre me estendeu a mão,
Que clareia meus passos em qualquer direção,
E tranquiliza sempre meu aflito coração. 

segunda-feira, 16 de março de 2015

PROVÉRBIOS E CONCEITOS BÍBLICOS - CAPÍTULO XVI






201 - "O Escrito Sagrado recomenda que oremos em favor das autoridades, todavia, ENTENDO EU, que quando a autoridade, se levanta contra Deus, e passa sistematicamente a combater as diretrizes sagradas, e implementar medidas que desagradam a Deus, tal autoridade deve ser combatida e até desconstituída".
202 - "De fato o que importa mesmo são as ações, as atitudes, os gestos, o praticar. Isso sim pode construir. Palavras são apenas palavras, não conta para edificar, mas muitas vezes pode até destruir"..
203 - "De nada adianta a oração, nem mil anos de joelhos no chão, se o peito não se aliviar, transferindo para Cristo a dura opressão"
204 - " Vale a pena renunciar a morte e abraçar a vida, mas infelizmente muitos não entendem isso e não se dispõe a praticar a nobreza de tal renúncia, preferindo insistentemente, continuar vivendo na morte".
205 - "Amigo de verdade mesmo, é aquele que sempre exibe a verdade, sem se importar com a cor, sexo, ou a idade, mesmo que isso lhe custe a perda da amizade"
206 - "O amigo que compactua com os seus erros, pode ser considerado até como o pior inimigo seu, pois, o inimigo declarado fica distante e não pode te influenciar em absolutamente nada, mas o tal amigo esta sempre pertinho de você, aplaude seus ilícitos e não te avisa que eles te conduzem para o precipício".
207 - "O anonimato é o escudo da covardia e de um caráter faccioso"
208 - "Coisas difíceis de acontecer: Segurar a água de morro abaixo, conter o fogo de morro acima e o estulto se adequar à disciplina"
209 - "Estratégia ou coincidência, o que importa é que deu certo, e esse grande momento precisa ser registrado, hoje 02.03.2015".
210 - "O mal não resiste ao bem, assim como as trevas não suportam a presença da luz"
211 - "Nada melhor do que experimentar o sabor da vitória e saber que Deus coloca na palma da minha mão o meu adversário e me confere um impressionante poder de decisão e o destino de quem eu nem imaginava".
212 - "Faça o bem, sempre e sem olhar a quem, porque quem assim vive sempre será feliz também."
213- "Nessa longa estrada da vida, faça uma pausa de quando em quando, reveja o que foi feito, tente localizar algum ponto mais escuro que talvez tenha causado lágrimas, por conta de uma atitude errada que tomou, e não deixe tal gesto se repetir, pois um coração escuro não pode ser feliz"
214 - "A verdade, clareia os olhos, abre o sorriso, alegra o coração e te transporta para o além, mas a mentira, embaça a visão, fecha o semblante, escurece a alma, e te deixa no aquém"
215 - "A injustiça é uma faca afiada que penetra na carne frágil, ultrapassa os limites da matéria, e alcança a alma, onde a dor dói muito mais"
216 - "A maior infelicidade de um ser humano é fomentar a infelicidade de outrem",
217 - ESCOLHAS CERTAS TE FAZEM FELIZ
Os sonhos de Deus para a sua criatura,é que ela viva muito feliz e desfrute do bem melhor dessa terra, sempre.
Quando você se machuca, uma lágrima rola do céu, a sua dor, alcança o coração do Pai, que em silêncio sente por você, mas não pode fazer muito, pois, em geral nossos desencontros são frutos de nossas escolhas.
Escolha sempre agradar a Deus. Praticar o bem sempre, isso alegra o coração do Pai. Fazendo isso as chances de você se machucar serão mínimas.
218 - "Hoje eu vi uma linda figura numa tela ao longe, fiquei encantado, me aproximei e fiquei decepcionado, ao perceber que do outro lado da tênue tela, não existia nada, absolutamente nada".
219 - "Abra suas asas, voe mais alto, o mais alto que puder, abrace a tudo que vc gosta, seja intransigente com isso, esqueça e afaste de td que não te faz bem, se interaja com seus bons amigos, ignore ou exclua aqueles que não se alinham com sua forma de pensar, se puder, reveja algumas atitudes pessoais, que possam tirar sua força nesse voo lindo, o seu limite é longo, tem muita coisa boa para acontecer, o importante é que vc se sinta bem fazendo o que vc gosta, abrace seus bons momentos e siga seu coração. Vc merece td de bom, Saiba porém que Deus te pedirá contas no final"
220 - "O BRASIL É CAMPEÃO... BOA NOTÍCIA? Infelizmente péssima notícia. O Brasil é campeão isolado , no que se refere a corrupção. Nunca existiu em toda a história da humanidade, um rombo tão exagerado, como o rombo que o PT E SEUS ALIADOS ESTÃO FAZENDO NA PETROBRÁS".

sábado, 14 de março de 2015

VOANDO ALTO










Hoje deixei voar meus pensamentos,
Dei corda a minha longa imaginação,
Esqueci por instantes o momento,
Saí de mim, e abracei a inspiração.

Vaguei por longos e distantes caminhos,
Apreciei de perto a beleza de cada estrela,
Peguei carona no mais reluzente colarinho,
Da mais bela, que em meus olhos espelha.

Quase me perdia de tanta admiração,
Onde eu chegava, não queria nem sair,
Fiquei perplexo em cada constelação,
Admirando os feitos que não me deixavam partir.

Seguindo aos delírios da minha pretensão,
Me perdi no abstrato e me encontrei nos braços,
De quem sempre me proporcionou proteção,
E continuei minha viagem em qualquer direção.

De repente uma rota estranha me seduziu,
Uma luz fascinante com toda força me atraiu,
De uma claridade intensa a noite fugiu,
E no centro do sol, um frio gostoso me acudiu.

Seguindo o fascínio dessa sedução,
No endereço das tormentas eu parei,
Vi de perto, a assustadora formação,
Das coisas que virão e ai eu me calei.

O coração apertado pensando no futuro,
Chorei pelo destino de toda humanidade,
Que nunca soube, ou não quis escalar o MURO.
Trocando a vida pela sorte da mediocridade.

Não pude conter as lágrimas, que ali deixei,
Um triste e forte pensamento me trouxe a lei,
Se foi um sonho eu não sei, nem me importei,

Só sei que depois desse susto, nos braços do Pai ACORDEI. 

quarta-feira, 11 de março de 2015

EU SOU DE DEUS









Eu sou da paz da alegria e da felicidade,
Da disposição para encarar os desafios,
Da determinação que rompe tempestades,
Da força que supera ao inverno mais frio.

Eu sou da vontade cada vez mais intensa,
Que atravessa o deserto e não se incomoda,
Do caráter que age, mas também que pensa,
Antes de falar ou de fazer, sem seguir a moda.

Daquele que ama a natureza, e se apaixona,
Por sua exuberância e por seus encantos,
Pela plenitude do universo e questiona,
A insignificância do Ser que se acha tanto.

Do admirador inconteste dos feitos do Criador,
Do coração que vibra com quem estende a mão,
Ao necessitado, que só tem experimentado a dor,
Que não faz acepção de pessoas, e ama o perdão.

Que aprecia e aplaude a verdade em qualquer escalão,
Que não compactua com a mentira nem com o desamor,
Que abraça a amizade, sem preconceito, nem distinção,
Que aquece no frio, aquele que está precisando de calor.

Eu sou da riqueza que existe nas partículas de humildade,
Da simplicidade exibida, de forma absolutamente natural,
Que se preocupa com as carências, de toda humanidade,
Que folga com as iniciativas, que combatem todo tipo de mal.

O tipo que se demora apreciando um céu estrelado,
Que fica fascinado admirando a grandeza dos céus,
A perfeição do universo e do alto, os feitos requintados,

Sou da paz, da alegria, da felicidade, eu SOU DE DEUS. 

domingo, 8 de março de 2015

INCOMPARÁVEL AMOR











Uma lágrima rola dos céus,
O coração sangra solicito em silêncio,
A dor do filho atinge os olhos de Deus,
Que um manual de vida deixou a milênios.

O carácter escrupuloso e requintado,
Não LHE permite intervir na decisão,
Mesmo que ela indique o rumo errado,
E ainda que isso lhe parta o coração.

Esse é o Deus que tanto nos ama,
Que reservou para nós sempre o melhor,
Que não suporta nos ver escolhendo a lama,
E os caminhos que sempre indicam o pior.

Que tomou a decisão mais marcante da história,
Abrindo mão de Si mesmo e de Sua própria glória,
Só para nos ensinar o caminho que leva a vitória,
Basta rever os ensinos, e forçar um pouco a memória.

Ai, quando nos machucamos, e chega a dor,
Lágrimas rolam aqui, daqueles que nos amam,
Nossos pais naturais, filhos ou quem nos dá calor,
Mas, muito mais Ali, onde o amor impar proclama.

Vale a pena refletir em nossos feitos e em nosso valor,
Quem sabe abrir mão de inutilidades, que nos deixam a dor,
Abraçar a essência, e os ensinos de nosso amado Criador,

Vivenciando em nosso dia-a-dia, UM INCOMPARÁVEL AMOR. 

sexta-feira, 6 de março de 2015

METAMORFOSE









Um acontecimento marca,
A presença do que está ausente,
O peito reclama a guarda,
De um sonho gravado na mente.
.
Depois de uma fase, chega o momento,
De se recolher na mais densa escuridão,
Um intervalo estranho, indica o tempo,
De ingressar na inércia para "crisalidar" então.
.
Quem sabe uma dor do passado,
Apressa a necessária ocasião,
Repensar em tudo que deu errado,
Convida ao ingresso em outra direção.
.
Nesse interstício, uma luta no peito é travada,
Abrir mão de coisas, que marcaram tanto,
Não é uma tarefa fácil, nem tão pouco animada,
O semblante fecha e lágrimas rolam num pranto.
.
Com certeza o amanhã é incerto,
Para quem viveu de muito perto,
O coração sentiu e ficou deserto,
A razão indica o que não deu certo.
.
Pensamentos que confundem tanto,
A ilusão reservada triste num canto,
Recolhida porque se desfez o encanto,
Tolices que mancham um lindo manto.

Elos poderosos sucumbem e se rompem,
Dores marcantes, se rendem à força da mente,
Num impulso, corajoso, destemido e pungente,
Feridas abertas, cicatrizam no gesto valente.
.
Mudar é preciso, diz a sabedoria,
Buscar outro norte, esquecer "o antes"
Uma nova atitude traz motivação e alegria,
Um novo horizonte, faz o que já foi, ficar distante.
.
A inquietação das estrelas, indica que o dia vem chegando,
A escuridão da noite, e sua frieza, estão na fase antiga ficando,
Lindas borboletas, de todas as cores vão se aproximando.
Novas oportunidades, novas amizades, vão nos encantando.
.
É hora de recomeçar, o Sol do novo dia, exibe sua linda apoteose,
A força que não existia e o calor que aquece, chegam com vibração,
Uma nova disposição, toma conta do Ser e faz pulsar o inerte coração,
A ciência do bom viver recomenda na vida, constante METAMORFOSE.

quinta-feira, 5 de março de 2015

SENTIMENTOS








Algo que nasce num só momento,
Faz do choro um triste lamento,
O coração aumentar os batimentos,
E da lágrima a expressão do sofrimento.

A alegria que modifica o semblante,
Quando praticamos o mais importante,
Na dor de alguém que chora, ou, no Ser arrogante,
Abrimos os braços, ou indicamos o rumo errante.

No intrigante e nostálgico silêncio da noite,
No monólogo, que o travesseiro assiste,
Um soluço rompe a quietude e o açoite,
Do vento que no mesmo sentido insiste.

No arrepio estranho do corpo,
Um calafrio surpreende a alma,
Um formato diferente do porto,
Que abriga emoções e acalma.

O olhar absorve e acolhe a ilusão,
Que vagueia no tempo e na imaginação,
Dando forma aquilo que não existe,
Da mente ao peito, o sonho que tanto inste.

Da surpresa foge, por um instante,
Algo que tira a compreensão,
O chão, fica agora bem distante,
Dessas "coisas" do coração.

Na hora de uma dura separação,
Que leva um ente que mora no peito,
O martírio te arrasta, de todo jeito,
A tristeza amarga, cala a explicação.

Ou mesmo numa simples partida,
De alguém que consideramos,
A saudade encontra motivo e guarida,
Ainda que pouco, nos importamos.

A dor que cresce até ao tormento,
Cria no Ser um ambiente estranho,
Não importa a dimensão ou o tamanho,

São coisas que se definem como SENTIMENTOS.